Rituais de Morte

Ir em baixo

Rituais de Morte

Mensagem  leojaco25 em Sex Jan 27, 2012 9:24 pm


Os Garou desempenham Rituais de Morte tanto para honrar os que se foram como para reafirmar sua ligação com o ciclo de vida, morte e renascimento. Ao enfrentar e aceitar a morte como uma parte necessária da dança da vida, os membros das matilhas e das seitas se livram dos venenos debilitantes do medo.

Cerimônia pelos Falecidos
Nível Um
Este é o ritual executado em honra aos recém-falecidos. Na maioria das vezes é executado ou por um Galliard ou por um colega de matilha do Garou falecido. Este ritual varia dramaticamente de uma tribo para outra. Por exemplo, um mestre de ritual Fianna conta à sua seita histórias tristes e heróicas sobre o Garou falecido. Já os Wendigo praticam um ritual solene, no qual o mestre de ritual e todos os colegas de matilha do Garou permanecem parados no pico mais alto ao qual puderem chegar, caudas tremulando ao vento, e exprimem em seu uivo seu orgulho e dor, para assim facilitar a passagem de seu companheiro para a próxima vida. O que importa não é a forma do ritual, mas o significado do momento.
Sistema: O Mestre de ritual lidera a liberação das emoções combinadas dos Garou para o mundo espiritual. Segundo os Uktena essas emoções exercem um impacto real na Umbra e podem ajudar a garantir que o Garou falecido recorde de alguma coisa de sua vida anterior (i.e., a encarnação seguinte do personagem possuirá o Antecedente Vida Passada).

Ritual do Lobo do Inverno
Nível Três
Este ritual solene e triste é executado por um Garou que esteja fraco ou envelhecido demais para lutar ao lado de sua tribo. Quando o Garou anuncia que irá se submeter a esse ritual, senta-se no centro de uma reunião de seus colegas de matilha e de seita. É uma cerimônia solene e pesarosa, na qual os Dançarinos da Lua entoam hinos sobre a vida e os feitos do homenageado, e pedem aos espíritos que lhe concedam glórias no mundo ou na vida nova que o aguarda. O homenageado em seguida caminha, lenta e orgulhosamente, entre as fileiras de membros da tribo. Enquanto ele caminha, sua gente inicia um uivo triste, muito semelhante ao que entoam pelos falecidos. Alguns Garou tocam melodias lamuriosas em seus tambores e flautas, enquanto o homenageado retira-se para um local afastado, no qual põe fim à sua vida, normalmente com uma adaga de prata.
Imediatamente depois do suicídio, inicia-se a Cerimônia pelos Falecidos. Este ritual é executado com mais freqüência pelos membros dos Garras Vermelhas e dos Crias de Fenris, sendo raríssimo entre os Filhos de Gaia.
Sistema: Este ritual quase sempre é executado à noite e requer que pelo menos outros três Garou estejam presentes ao evento solene. A arma usada pelo Garou precisa ser de prata, embora não tenha necessariamente de ser uma adaga.

_________________
Jaco - Andarilhos do Asfalto - Lasombra



By leojaco25 at 2012-02-03
Moderador do Fórum.


Narrativa:
Fala - Pensamento - Off - Detalhamento
avatar
leojaco25

Mensagens : 217
Data de inscrição : 13/10/2010
Idade : 43

Ficha do personagem
Nome Personagem:
Clã:
Seita:

http://patas-de-urso.vampire-legend.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum